Seletor idioma

Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Desenho Industrial
Início do conteúdo da página

Desenho Industrial

Publicado: Sexta, 15 de Março de 2019, 15h22 | Última atualização em Sexta, 22 de Março de 2019, 13h58 | Acessos: 214
 

CONFIGURAÇÃO APLICADA EM DISPOSITIVO INALATÓRIO

Resumo: Trata-se de um dispositivo inalatório preferencialmente para acondicionamento da embalagem primaria de medicamento bronco-dilatador; destacando-se por suas características visuais absolutamente próprias, revelando linhas ornamentais decorativas e inovadoras, trazendo um modelo estético totalmente diferenciado em relação aos modelos que a técnica convencional dispõe no mercado consumidor.

 

CONFIGURAÇÃO APLICADA EM EMBALAGEM PARA PRODUTO LÁCTEO

Resumo: O frasco é caracterizado por possuir um corpo com superfície externa faceada, que remete a um diamante lapidado, e com as suas arestas arredondadas; possui a base com rebaixo cilíndrico cujo diâmetro é suficientemente igual ao diâmetro da base.

 

PADRÃO ORNAMENTAL DE SUPERFÍCIE APLICADO EM GUIA ALIMENTAR

Resumo: Trata-se de um padrão ornamental representativo de guia alimentar no formato de uma embarcação amazônica estilizada. A embarcação está dividida em quatro níveis. O primeiro nível corresponde ao compartimento conhecido popularmente como casco do barco, o segundo nível corresponde ao segundo andar das embarcações, assim como o terceiro nível ao terceiro andar. O quarto nível é representado pelo compartimento que é utilizado pelas embarcações para armazenar o mastro assim como os holofotes.

   CONFIGURAÇÃO APLICADA EM EMBALAGENS PARA LÍQUIDOS
 

CONFIGURAÇÃO APLICADA EM LUMINÁRIA

Resumo: Projeto desenvolvido com a fibra de tucumã-i (Astrocaryum acaule), tecida cuidadosamente entre madeiras alternadas de louro aritu (Licaria aritu Ducke) e guariúba (Claricia raecemosa Ruiz), os quais são trabalhadas em curvas orgânicas e delicadas, completadas com a madeira de marupá (Simarouba amara Aubl), utilizada para unificá-las. Sua forma remete ao CAMAPU (Physalis angulata), uma fruta tipicamente amazônica, cuja estrutura configura uma luminária que busca ressaltar a composição visual das matérias primas naturais utilizadas.

 

CONFIGURAÇÃO APLICADA EM/A AQUECEDOR DE CANECA

Resumo: 

O aquecedor de caneca é fabricado com madeira maçaranduba (Manilkara huberi Ducke) e pedra mármore branco de Portugal com veios. Possui como base de criação, uma espécie de sapo venenoso, Dendrobates leucomelas, que vivem em condições de muita umidade, entre rochas e árvores. Suas formas orgânicas e sutis fazem da peça Redfox, uma tradução visual e conceitual dos recursos naturais pesquisados para a construção desse projeto.

 

 CONFIGURAÇÃO APLICADA EM/A LUMINÁRIA

Resumo: 

A luminária Tiba foi desenvolvida com a madeira sucupira (Bowdichia nitida), que possui uma textura com tonalidades escuras e claras em referências as cores dos rios: Negro e Solimões que se unem próximo a cidade de Manaus (Amazonas/Brasil) para formar o espetáculo da natureza chamado Encontro das Águas. No protótipo também foi utilizada a fibra de tucumã-i (Astrocaryum acaule), com o objetivo de associar o movimento das águas dos dois rios, por meio de seu trançado, e em harmonia com o corte simétrico da madeira de maçaranduba (Manilkara amazonica), produzindo formas minimalistas e naturais.

 

CONFIGURAÇÃO APLICADA EM/A PAINEL ORNAMENTAL PARA SUPORTE DE PEQUENOS ACESSÓRIOS E/OU ADORNOS

Resumo: O painel para joias teve como principais inspirações a fauna e da flora brasileira, através da junção do conceito dos ninhos dos pássaros, a fruta jaca (Artocarpus heterophyllus) e a floresta amazônica. A fruta e o ninho são as referências para a concepção da cestaria, feita com a fibra de tucumã-i (Astrocaryum Acaule), e para os cabides, que fazem alusão aos galhos das árvores da floresta, foi utilizada a pedra mármore branco de Portugal com veios. As madeiras de maçaranduba (Manilkara huberi Ducke) e de faveira-folhafina (Piptadenia suaveolens Miq.), constituem a estrutura principal do painel.

 

CONFIGURAÇÃO APLICADA EM/A LUMINÁRIA DE MESA COM SUPORTE PARA TABLET E MATERIAIS DE ESCRITÓRIO COM ESTRUTURA ARTICULADA

Resumo: 

A luminária Llum foi inspirada no por do sol sobre o Rio Amazonas, enquadrado pela estrutura retangular das típicas casas flutuantes. Colocada no centro e de forma suspensa, a luz ressalta o entrelaçado da fibra detucumã-i (Astrocaryum Acaule), que projeta sombras sobre as madeiras de maçaranduba (Manilkara huberi (Ducke) Stand) e de tanimbuca (Buchenavia huberi Ducke), desfasadas em forma de aranha, presas a uma estrutura e base de Pedra Mármore Branco de Portugal com veios, que se utiliza como porta material de escritório.

 

CONFIGURAÇÃO APLICADA EM/A ESCULTURA DE PAREDE

Resumo: Inspirada na planta aquática Vitória Régia da Amazônia (Victoria Amazonica), a escultura de parede tem a função de pendurar chaves, recados e fotos. A madeira tanimbuca (Buchenavia huberi Ducke) foi utilizada para remeter às águas dos igarapés cor de chá mate. O trançado da fibra de tucumã-i (Astrocaryum acaule) faz alusão às raízes da folha da referida planta, assim como a textura lisa na madeira e na pedra mármore branco de Portugal com veios remetem à fluidez do espelho d’água dos rios.

 

CONFIGURAÇÃO APLICADA EM/A LUMINÁRIA DE MESA

Resumo: 

Com a finalidade de gerar um produto que ressalte a natureza amazônica, através da sua fauna e flora, a luminária Tulux foi desenvolvida a partir da morfologia de um tucano (Ramphastos toco). O uso da madeira de tanimbuca (Buchenavia huberi Ducke) destaca o aspecto minimalista do produto, com linhas retas e elementares o design brilha por sua elegância e simplicidade. A Tulux possui uma base construída com a pedra mármore branco de Portugal com veios para apoiar livros, tablets e celulares, sendo adaptável a qualquer ambiente e suas dimensões ergonômicas facilitam a leitura enquanto o texto é iluminado.

 

CONFIGURAÇÃO APLICADA EM/A LUMINÁRIA

Resumo: O protótipo recebeu o nome Jaci porque significa “lua” na língua indígena Tupi-Guarani. A luminária é usada de modo suspenso na parede e tem a função de iluminar e decorar ambientes como quartos e salas. A forma circular aplicada ao cedro (Cedrela fissilis) refere-se à lua cheia e o uso da fibra que tucumã-i (Astrocaryum acaule), tecida como uma cúpula, procura criar um efeito das sombras de um eclipse lunar. 

 

 CONFIGURAÇÃO APLICADA EM/A LUMINÁRIA

Resumo: 

A inspiração para o projeto da luminária foi o ninho do pássaro Japiim (Cacicus cela), que é construído a partir de um emaranhado de ramos suspensos nos galhos de árvores altas. A fibra de tucumã-i (Astrocaryum Acaule), tingida naturalmente com uma tonalidade amarelada, foi utilizada para simular os ramos das árvores na cor da plumagem do pássaro e junta às madeiras maçaranduba (Manilkara huberi (Ducke) Stand), angelim-pedra (Hymenolobium petraeum Ducke) e angelim-vermelho (Dinizia excelsa Ducke), constituem o arranjo e a forma final do produto.

 

 CONFIGURAÇÃO APLICADA EM/A AMPLIFICADOR DE SOM

Resumo: Inspirado na ave amazônica Uirapuru (Cyphorhinus aradus) com suas cores, formas e canto inigualáveis, os amplificadores buscam transmitir o potencial de encantamento dessas aves. O destaque desse projeto está na elegância da madeira angelimpedra (Hymenolobium petraeum Ducke) e marupá (Simarouba amara Aubl) unidas com a leveza da fibra de tucumã-i (Astrocaryum acaule) formando uma combinação muito especial.

registrado em: ,
Fim do conteúdo da página